Como uma boa gestão de sala de aula pode melhorar a aprendizagem?

O professor, muitas vezes, tem a missão de desenvolver o interesse, a motivação e a interação de seus alunos em sala de aula. Para isso, ele precisa planejar estratégias e métodos de ensino para conseguir o engajamento dos alunos. Uma boa gestão de sala de aula, garante que o professor consiga executar suas estratégias com os alunos e proporcionar mais interação, motivação e engajamento às aulas.

métodos de ensino e aprendizagem vão se modificandoCom o passar do tempo, os métodos de ensino e aprendizagem vão se modificando e os formatos tradicionais de aula, muitas vezes, perdem a eficácia. Por isso, é importante que as escolas se adaptem aos novos métodos de ensino e o professor possa adotar uma boa gestão de sala de aula e buscar maneiras de auxiliar e melhorar a aprendizagem de seus alunos. 

A gestão de sala de aula possibilita que o professor tenha o controle de suas aulas, tanto em relação aos conteúdos e atividades que foram e serão aplicadas, quanto em relação à disciplina dos alunos. 

O Professor e Doutor em Letras pela USP, Celso dos Santos Vasconcellos explica que, “A temática da Gestão da Sala de Aula emerge da busca de sistematização do trabalho do professor, de compreender o que está implicado na atividade do professor em sala de aula, quais suas dimensões básicas.” (Vasconcellos, p.21)

É importante que haja planejamento das atividades e ações que o professor executará, desde a primeira aula, para que o rendimento dos alunos no decorrer do curso e do ano letivo seja proveitoso.

Desafios como desmotivação, dificuldades na aprendizagem, indisciplina, falta de engajamento e interação podem ser facilmente evitados e sanados com uma boa gestão de sala de aula. O professor deve estar atento aos seus alunos, utilizar ferramentas para auxiliar suas aulas, trazendo novidades, novas maneiras de ensinar.

Segundo Celso dos Santos Vasconcellos, há três dimensões básicas necessárias no planejamento para uma boa gestão de sala de aula: relacionamento interpessoal, organização da coletividade de sala de aula e trabalho com conhecimento.

  • Relacionamento interpessoal: É importante que o professor conheça seus alunos e quais são suas dificuldades, para que dessa maneira, consiga auxiliar seu aprendizado. Ao passar um É importante que o professor conheça seus alunosconteúdo ou atividade, o professor deve ter em mente que cada aluno tem seu tempo de aprendizagem e diferentes níveis de dificuldades, por isso, o acompanhamento de cada um é importante, para se certificar de qual ou quais alunos estão se desempenhando melhor, em qual conteúdo apresentam mais ou menos dificuldades. “O Relacionamento Interpessoal tem a ver com essa capacidade de o professor se aproximar mais intimamente, com maior cuidado e profundidade, diante de uma dificuldade do aluno, seja em termos de aprendizagem ou de disciplina; é a capacidade de uma relação mais próxima; é a exigência da relação significativa com um outro, o ‘olho no olho’, sujeitos em proximidade, o contato humano. É uma dimensão que vai além da coletiva: o professor trabalha com todos, mas conhece cada um de seus alunos, e desta forma pode melhor ajudá-los na aprendizagem e no desenvolvimento humano.” (Vasconcellos, p. 21). Dessa maneira, haverá uma troca entre aluno e professor, baseada no respeito mútuo. Além de melhorar a aprendizagem, essa relação pode ajudar o professor a resolver conflitos em sala;
  • Trabalho com o conhecimento: Esse é o momento em que o professor trabalha o conhecimento, aplica conteúdos e atividades, porém deve ser feito de maneira que incentive o pensamento crítico, a criatividade e a vontade do aluno em querer aprender. O professor deve fomentar a curiosidade para que o aluno vá atrás e busque as respostas, amplie seu conhecimento e proponha maneiras diferentes para que os alunos pratiquem o que aprenderam.
  • Organização da coletividade de sala de aula: O professor deve incentivar a coletividade, fomentar a interação, fazer com que todos participem das aulas, se ajudem e se respeitem. É o professor que deve comandar a sala de aula e fazer com que o ambiente se torne agradável e estimulante para a aprendizagem. “A situação pedagógica, apesar de não dispensar, de forma alguma, o momento de elaboração individual — condição para a construção do conhecimento no sujeito —, é marcada pela dinâmica do coletivo (…)” (Vasconcellos, p. 23). Vasconcellos continua: “A Organização da Coletividade é uma dimensão também decisiva, porque se não há um clima de participação, de interação, de respeito, de comunicação em sala de aula, não há como propiciar a apropriação do conhecimento, o enriquecimento da experiência pedagógica, a partir daquilo que a escola está oferecendo”. Essa interação é importante acontecer tanto entre professor e alunos, quanto entre alunos e alunos.

bom funcionamento da coletividadeDentro dessa dimensão, existem alguns aspectos fundamentais para uma boa gestão de sala de aula, importantes para um bom funcionamento da coletividade e para manter a autoridade do professor, descritos por Vasconcellos:

  • Projeto Político-Pedagógico: É um documento onde constam os valores norteadores da escola e todas as atividades aplicadas;
  • Importância dos momentos iniciais: A gestão de sala de aula só se torna eficaz se for planejada e aplicada desde as primeiras aulas e mantendo-a diariamente;
  •  Contrato didático: O professor deve levar sentido à aprendizagem dos alunos, evidenciar seus objetivos de ensino para com a turma e mostrar que o aprendizado vai além de ser uma obrigação, mas sim uma prática prazerosa;
  • Enfrentando situações de conflito: Enfrentar os conflitos de sala de aula, como quando um aluno com dificuldade de aprendizagem começa a se dispersar das aulas e tirar a atenção dos outros alunos. O diálogo é fundamental para o enfrentamento desse conflito. Assim, o professor saberá a fundo quais são as dificuldades do aluno e ajudar em seu processo de aprendizagem;
  • Sanção por reciprocidade: É importante diferenciar autoridade de autoritarismo. O professor deve ter autoridade para comandar a sala e fazer com que os alunos sigam as regras. Por isso, para mediar conflitos, é importante que o professor tenha uma postura firme, mas não autoritária, e que faça o aluno refletir sobre a situação para que entenda onde errou. “A Sanção por Reciprocidade nos ajuda a sair deste impasse, já que é uma sanção, um castigo, que tem a ver com o ato que foi cometido, e que visa levar o sujeito a refletir sobre aquele ato, e buscar restabelecer o vínculo rompido.” (Vasconcellos, p.26). Vasconcellos utiliza como exemplo quando um aluno chuta propositalmente um cesto de lixo dentro de sala de aula. A atitude correta a se tomar por parte do professor é fazer com que o aluno recolha o lixo espalhado e se desculpe com a sala de aula;
  • Superar a síndrome do encaminhamento: É comum que, em situações de indisciplina, o professor encaminhe o aluno para a sala da direção ou solicite à coordenação que haja suspensão. O professor deve conseguir mediar os conflitos, pois, dessa forma, deixa claro que é a autoridade e que consegue resolver o problema. Quando o professor não está conseguindo lidar com algum tipo de conflito, pode-se buscar ajuda da coordenação da escola para auxiliar o professor, mas depois é ele quem deve dar continuidade.

Para uma boa gestão de sala de aula, o professor deve estar disposto a conhecer seus alunos e propor maneiras diferentes de ensino aprendizagem. Deve-se construir uma comunicação sólida entre professor e alunos, onde haja acolhimento e incentivo. O mais importante é manter o planejamento e não desistir. A  gestão de sala de aula é um processo diário, que demanda dedicação e empenho, mas que se aplicada de maneira correta, poderá atingir de maneira eficiente os objetivos do professor em sala de aula.

 

Referências:

https://midiasstoragesec.blob.core.windows.net/